John Wayne

Postado em set 19, 2010

John Wayne no Mestre CervejeiroNo dia 24/07/2010 fizemos a primeira brassagem da Dům Cervejaria. Como tínhamos que terminar de montar nosso equipamento antes de começar, as panelas ainda precisavam ser furadas, fogareiros montados, resolvemos fazer uma receita que tivesse apenas uma temperatura de mostura e analisando os insumos disponíveis na BodeBrown, decidimos por fazer uma American Pale Ale com Dry Hopping. Uma cerveja deste estilo que gosto muito é a Pale Ale da Sierra Nevada Brewing Co., procuramos referências da receita na internet e montamos uma com os ingredientes disponíveis.

Segue a receita:

20 kg de malte pilsen – 89.98%
2,25 kg de malte Caramunich tipo II – 10,11%

100 gr Pearle [8%] – 60 min – 18,8 IBU
150 gr Cascade [5,5%] – 15 min – 9,6 IBU
120 gr Cascade [5,5%] – 5 min – 3,1 IBU
80 gr Cascade [5,5 %] – Dry Hop – 5 dias

Fermento: US-05

OG est – 1,055
FG est – 1,014
Álcool est – 5,28 %
Amargor – 31,5 IBU
Cor est – 9,1 SRM

OG – 1,053
FG – 1015
Álcool – 4,95%

7 galões de água Prata da Serra

Volume obtido no final da brassagem: 95 litros

Utilizamos 2 galões de 50 litros da Recozil para fermentar e após 5 dias de fermentação adicionamos o lúpulo para o Dry Hopping. Depois de maturá-la por alguns dias (não anotamos exatamente as datas) colocamos 60 litros em postmix e 40 litros em garrafas com primming (em valores aproximados).

Com o sabor cítrico caracteristico do lúpulo Cascade, contrabalanceado com o sabor do malte, caiu no gosto dos atleticanos que compareceram ao jogo Atlético PR x São Paulo e um postmix foi facilmente finalizado pelo pessoal presente.

Decidimos chamá-la de John Wayne, uma clara referência ao ator estadunidense, pois os lúpulos e o fermento utilizados são provenientes dos EUA. Então, a D-lab desenvolveu o rótulo e levamos algumas garrafas para o Mestre Cervejeiro e para o Realejo Culinária Acústica.