Petroleum leva medalha de bronze no VII Concurso Nacional das ACervAs

Postado em jun 13, 2012

Mais um Concurso Nacional das ACervAs passou. Revimos amigos, fizemos outros, enfim diversão sem fim. Isso resume os encontros de cervejeiros caseiros. Muita cerveja boa, algumas nem tanto. Mas de forma alguma, o evento ficou prejudicado. Boas cervejas que tomamos por lá: Hopium do Mauro Nogueira, cervejas do Lagon, Therminator (uma doppelbock), uma American IPA do Linus, dentre outras que a memoria não nos permite lembrar.

Conforme já haviamos dito, enviamos a Petroleum. Foram feitos testes com alguns fermentos, diferentes níveis de cacau, com madeira e, por fim, resolvemos mandar a receita original. Achamos melhor confiar em tantas pessoas que sempre nos procuram atrás dela, principalmente aqueles que já provaram e sempre querem mais. Afinal, são essas pessoas que nos motivam a correr atrás deste sonho que é colocá-la a disposição de todos.

Depois de um pouco de tensão, levamos o terceiro lugar. Foi como tirar um “piano” das costas, porque no meio de tantos apaixonados cervejeiros, estávamos muito apreensivos se conseguiríamos ao menos uma posição no pódio. Disputar com essa galera não é fácil, ali o buraco é mais embaixo, ainda mais quando éramos quem deveria ser batido. Ficamos contentes em ter nosso nome marcado mais uma vez na história desse movimento que cada vez se une mais e mais.

Recebendo o bronze

Recebendo o bronze

Quadro que já está pendurado no parque temático

Quadro que já está pendurado no parque temático

Nossa visão do palco, enquanto recebíamos o terceiro lugar

Nossa visão do palco, enquanto recebíamos o terceiro lugar

Não provamos as cervejas que nos superaram, mas com certeza foi justo. Nossos sinceros parabéns ao Sergio Augusto Mantoano Buzzi do Rio de Janeiro e ao Guenther Sehn do Rio Grande do Sul, nós temos paciência e mais cedo ou mais tarde seremos recompensados provando essas maravilhas. Estamos devendo uma visita a esses dois estados e iremos em breve. Em ambos os “Rios”, temos muitos amigos e a diversão será garantida como sempre.

Além da nossa medalha, ficamos muito felizes em ter ido “buscar” o prêmio da Cerveja Tormenta, segundo lugar na Irish Red Ale, e da F#*%ing Beer que levou o prêmio mais disputado, a categoria estilo livre. Pelo que conversamos com os juízes era a categoria com mais amostras. E mesmo depois das 7 horas da viagem de volta, fomos entregar os prêmios para os respectivos donos, que fizeram por merecer.

Entregando os prêmios aos reais ganhadores

Entregando os prêmios aos reais ganhadores

Participamos da reunião das ACervAs e nela foi confirmado que a ACervA PR irá organizar o próximo encontro nacional e tudo indica que será em Curitiba. Assim que as novidades aparecerem serão postadas no próprio site da ACervA PR que está sendo finalizado. E em 2014, os baianos irão organizar. Já 2015 está em aberto esperando alguém levantar a mão.

Os gringos também participaram do festival, dando palestras, julgando, ou simplemente descontraindo como na foto abaixo. Nosso muito obrigado a todos eles e como é de praxe já, trocamos camisetas com eles.

A clássica troca de camiseta já manchada de Petroleum

S0emilla com a camisa já manchada de Petroleum e Martin Boan

Petroleum com o Michael HeerBrandt , antes de sujar a camisa

Petroleum com o Michael HeerBrandt , antes de sujar a camisa

Fernanda, Daniel (Smedgård Brewery), John Palmer, Murilo tomando uma Minas de Ferro

Fernanda, Daniel (Smedgård Brewery), John Palmer, Murilo tomando uma Minas de Ferro

Um cara que ainda não conhecíamos direito era o Daniel de Minas Gerais, dono da Smedgård Brewery, com uma cerveja que não vai lúpulo, a Minas de Ferro, e vai nos dar umas dicas de como fermentar como os antigos pagãos. Esse é fera.

Em resumo, o evento como um todo foi muito bom, a festa foi impecável. Cerveja e comida à vontade, ao lado de amigos, sempre se torna inesquecível. Que venha o próximo concurso e esperamos receber a todos muito bem aqui no Paraná. Até a próxima.

*A foto em destaque foi tirada por Eduarda Cabral Dardeau.

Comentários

  1. Linus disse:

    Poxa, lembraram da minha American IPA do sábado.
    Estou honrado. Espero que tenham gostado.

    1. Murilo disse:

      Curtimos sim Linus! Aparece aqui em Curitiba po!

  2. Linus disse:

    Aliás pena que não tinha mais nenhuma garrafa da Oaked Dr. Piló (RIS com carvalho). Acho que iam gostar. Apesar de ser uma RIS completamente diferente da Petroleum (mais suave nos torrados e no álcool, com enfase no corpo e no chocolate).

    1. Murilo disse:

      Mais um motivo para aparecer em Curitiba! 🙂

      1. Linus disse:

        Vamos ver em qual feriado eu convenço a esposa em ir pra Curitiba.

  3. Sergio Buzzi disse:

    Valeu DUM!!!!!
    Cara, sou muito fã de vcs desde o Primeiro Festival da Cerveja em Blumenau, quando passei bastante tempo em frente ao seu stand degustando as maravilhas.
    Tenho a garrafa da Petroleum a a APU guardadas até hj (claro que, devidamente vazias).

    Qndo puderem, venham a Penedo pra gente tomar umas!!!

    Abração!!!

    1. Murilo disse:

      Iremos sim Sergio…. Mais cedo ou mais tarde a gente aparece.

      E ficamos orgulhosos por você gostar das nossas cervejas, mostra que estamos no caminho certo. E você também.

      Valeu!

  4. ninguem disse:

    Colecionando medalhas!

    Nada mais do que merecido.

    Dia 20 de julho tamo aí. Achei aqui a garrafa da petroleum que o felipão me mandou em 2010. Número 0055. Tá na janela da cozinha junto com as outras clássicas da DUM.

    Pena que estão todas vazias!

    Vai DUM!